ranqueamento-no-google-como-o-motor-de-busca-encontra-o-meu-site-medico
EMD Desenvolvimento

EMD Desenvolvimento

Ranqueamento no Google: como o motor de busca encontra o meu site médico?

O ranqueamento no Google é decisivo para a maioria dos sites da internet. Afinal, o buscador é responsável por boa parte dos acessos deles. Isso provavelmente também vale para o seu site médico.

Como o objetivo do seu site médico é atrair visitantes, você precisa se familiarizar bem com o mecanismo por trás do ranqueamento no Google. Afinal, algumas das decisões tomadas na configuração e publicação de conteúdo têm impacto direto na posição que suas páginas obtêm entre os resultados de busca.

Quer saber mais detalhes sobre esse assunto e como potencializar as visitas de seu site médico? Vamos lá!

Como funciona o motor de busca do Google?

Entender os parâmetros de busca do Google é essencial para fazer as escolhas corretas ao configurá-lo. O seu site médico precisa desse impulso de audiência, já que é a melhor forma de atrair visitantes e transformá-los em pacientes.

Em termos simples, a pesquisa do Google acontece a partir de um grande índice onde cada termo possui referências relacionadas. O algoritmo do buscador é capaz de determinar a importância de cada uma dessas sugestões e gerar posições em um ranking de relevância para o usuário.

Apesar de ser muito sofisticado, esse algoritmo se baseia em informações que consegue encontrar sobre as páginas para dar a devida importância a elas. Por exemplo, tags como title e alt são parte do código-fonte de um site e ajudam o motor de busca do Google a determinar o assunto de cada link.

Além de tudo, os resultados oferecidos ao usuário também dependem dele próprio. O histórico de buscas e a localização dele são decisivos para que receba sugestões que se encaixam melhor ao seu contexto.

Como melhorar o meu ranqueamento no Google?

Use palavras-chave estratégicas

O Google se baseia nas palavras buscadas pelo público para oferecer suas sugestões de resultados. Portanto, você deve planejar muito bem quais são os termos que podem atrair visitantes para o seu site a partir do ranqueamento no Google. Pesquise combinações estratégicas e use-as onde for apropriado em suas páginas. Cuidado para não exagerar, já que o algoritmo do Google é capaz de detectar abuso.

Configure corretamente suas tags

O Google não consegue entender sozinho o assunto de uma página. Nesse caso, precisará de um reforço a partir de configurações feitas por você. Certifique-se de que suas meta tags, como título e descrição, estão preenchidas com informações objetivas e bem resumidas. Além disso, é essencial que você utilize a palavra-chave escolhida para a página nas meta tags dela. Não se esqueça de usar alt text em suas imagens também.

Conquiste links externos

O algoritmo do ranqueamento no Google funciona a partir dos links recebidos por um site. Quanto mais importante ele é, melhor a posição que obtém. Portanto, vale a pena desenvolver estratégias para receber vínculos de outras páginas, como de parceiros. Você pode criar o hábito de recomendar suas páginas ao comentar em blogs ou em fóruns de discussão.

Tenha um site responsivo

Também influencia no ranqueamento no Google se o seu site funciona bem em dispositivos móveis. Afinal, é o objetivo do buscador sempre oferecer a melhor experiência ao usuário, portanto, ele acaba penalizando aqueles que não abrem corretamente no celular ou no tablet. Invista em uma versão responsiva, preferencialmente sem restringir funcionalidades a quem está em um aparelho mobile.

Mantenha-se em plena atualização

Todas essas dicas para melhorar o ranqueamento no Google valem para hoje, mas podem mudar amanhã. Cada vez mais o buscador tenta se tornar ainda mais sofisticado, antecipando as formas como o público utiliza o sistema e mudando o seu algoritmo com frequência. Fique de olho nas notícias da área para ficar sabendo de atualizações que possam mudar a forma como você trabalha a otimização do seu site.

Agora é com você: comece a implementar o quanto antes essas dicas para melhorar o seu ranqueamento no Google. Lembre-se que a função máxima dele é oferecer algo de relevante ao usuário, portanto o seu site médico precisa se encaixar nesse critério.

Continue descobrindo mais caminhos que o marketing digital abre para a sua visibilidade. Veja no blog de que forma ele gera vantagem competitiva na área de saúde.

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
 


Postagens Recentes